SPFW – Desfiles (Dia 1)

Foi dada a largada para a semana de Moda em São Paulo e, muita coisa já aconteceu. Confira logo abaixo um resumo de tudo o que rolou nos desfiles.

Animale
A marca se inspirou na Rússia para fazer a sua coleção de inverno 2012 e essa inspiração rendeu muitas roupas luxuosas e bem trabalhadas em tecidos, tais como o couro (misturado ao algodão), o veludo e o tweed.

Na cartela de cores o vermelho, o preto, o verde musgo e tons de dourado foram bastante usados. Transparências e tecidos leves, como a seda, por exemplo, deram o toque de suavidade aos tons fortes e aos tecidos pesados.

Certamente que a década de 1920 se fez presente. Atenção para os ombros que, sempre bem marcados, deram um toque militar às peças e nas belíssimas aplicações de pedrarias, dando um toque ainda mais luxuoso aos vestidos de seda, por exemplo.

Tufi Duek
Os anos 1960 invadiram a passarela da Tufi Duek nesse primeiro dia de SPFW. Na cartela de cores: Branco e preto, chumbo, prata, bronze e dourado.

A coleção mostra uma mulher de personalidade, que sabe tirar proveito da sua silhueta sem precisar apelar para uma sensualidade exacerbada. Ao contrário disso, essa sensualidade é discreta, segura e explorada em detalhes tais como fendas, decotes e corte mais próximo à silhueta.

Atenção aos apliques de paetês e lantejoulas, que fizeram determinadas peças ganharem um brilho todo especial.

Cori
O hipismo foi a inspiração da marca para confeccionar a sua coleção de inverno 2012. Levou para a passarela uma sensualidade um pouco mais ousada, se compararmos com o que foi desfilado pela Tufi Duek.

Os decotes são profundos, as fendas mostram mais detalhes do corpo e a silhueta é bastante marcada. Na cartela de cores, verde, marrom, preto, bege e azul. E, dentre os tecidos usados para a confecção da coleção estão o couro e a renda.

Atenção para o brilho (inclusive no couro) e as transparências!

Osklen
Uma moda ecológica inspirada no acordo firmado na Eco92 foi o que deu “voz” à coleção da Osklen para a próxima estação. Coleção esta que veio para a passarela bastante colorida, como um exército fashion-ecológico.


Na cartela de cores, azul, vermelho, verde militar (que parece ter voltado como tendência forte para a temporada), laranja, temas florais para estamparia (inclusive nas peças masculinas) e muita criatividade, que em minha opinião foi o ponto mais alto da coleção.

Atenção para o vestido camuflado, que eu arrisco dizer ser uma das poucas peças que facilmente sairá da passarela para as ruas!

Advertisements