SPFW – Desfiles (Dia 3)

Resumo do que aconteceu hoje na SPFW.

Reinaldo Lourenço
A Catedral de Notre Dame inspirou Reinaldo a fazer um desfile recheado de peças em tecidos negros.

Parecia de fato uma história de suspense sendo contada através de roupas e acessórios e, se essa era a intenção, o objetivo foi atingido com maestria.

Na cartela de cores: Preto (Certamente que sim), vermelho e tons de rosa, azul, amarelo e verde apareceram nas estamparias que lembram os vitrais da Catedral. Bordados, recortes, decotes e transparências embelezaram ainda mais a coleção de inverno 2012 do estilista. Atenção para as bolsas em formato de incensário!

Ellus
O couro é o queridinho das marcas para o inverno 2012 e, a Ellus não fez feio ao trazer o material para a passarela neste terceiro dia de desfiles pela SPFW.

Inspirada pelos Vikings e pelo estilo heavy metal, a coleção mistura materiais, tais como texturas e brilhos a tecidos opacos. O jeans também aparece.

A coleção de inverno da Ellus é sofisticada na medida certa. Atenção para as estampas de mapas em algumas peças da coleção!

Mario Queiroz
Com uma cartela de cores rica em tons terrosos, vinho, ouro, laranja e azul o estilista, que é especialista em alfaiataria masculina, trouxe para o inverno 2012 muitas peças com lindos bordados e, mais uma vez, se arriscou a colocar moda feminina no catwalk.

Mistura de tecidos e materiais também se fez presente, como tem acontecido na grande maioria das coleções desfiladas tanto na semana de moda carioca quanto na própria semana de moda da capital paulista, até o momento.

O inverno 2012 do estilista traz peças em corte clássico, mas com uma pegada moderna muito interessante.

Huis Clos
Para quem estava preocupado com a onda maximalista que invadiu, até agora, a maioria das coleções de inverno da moda brasileira, acredito que o desfile da marca tenha vindo acompanhado por uma brisa de alívio.

A estilista Sara Kawasaki levou à passarela um desfile minimalista chic e interessante, inspirado em lingeries vintage. Na cartela de cores, variações do cinza, tons de areia, marrom, verde e bordô.

Dessa vez a renda apareceu em aplicações feitas em pontos estratégicos das peças e com uma luminosidade toda especial. Os ombros ganharam destaque através de volumes criado por pregas. Nada exagerado demais.

Samuel Cirnansck

A inspiração nas aves e animais se fez notar, sem sombra de dúvidas, no último desfile do dia de hoje na SPFW. O grande objetivo do estilista parecia ser mostrar a transformação da figura feminina em animais selvagens (principalmente pássaros) e, com isso, o mesmo trouxe para a passarela tecidos que imitavam peles.

Esse efeito foi conseguido costurando-se retalhos de tecido às peças, o que gerou volumes exagerados em pontos específicos das mesmas. Os vestidos são longos e cheios de detalhes, principalmente de cristais. Na cartela de cores, off-white, preto e dourado.

Advertisements