Sobre as cores… (Parte III)

Depois de falarmos sobre o Círculo Cromático e as Cores Complementares, hoje é dia de falarmos um pouco sobre as cores análogas. Lembrando que estes artigos sobre as cores servem para auxiliar você na hora de montar um look, caso o seu interesse seja harmonizá-lo de maneira a conseguir um visual bonito em todos os sentidos.

Como eu sempre digo, as cores tem parte fundamental no jogo da vestimenta. Elas podem colaborar para que o seu look seja amado ou odiado. Ignorar as cores é ignorar uma parte essencial na tentativa de “agradar os olhos” e arrancar elogios por onde passa.

P.S: Este artigo não serve como uma análise de coloração pessoal, já que esta deve ser feita individualmente, levando-se em consideração fatores como cor dos cabelos, olhos e pele. Ele serve apenas para que você tenha o seu conhecimento ampliado quando o assunto for o uso das cores de maneira harmônica.

Tendo feitas todas as considerações necessárias, vamos falar sobre as cores análogas.

Cores Análogas
Esta nomenclatura vem do fato de estas cores terem uma mesma cor de base, portanto a primeira coisa que notamos é que não existe entre elas qualquer tipo de contraste. As cores análogas estão dispostas lado a lado no Círculo Cromático.

O uso de cores análogas gera uniformidade ao conjunto, sendo considerada uma maneira elegante de usar as cores. Porém, todo o cuidado é pouco, para não cairmos na monotonia, já que sabemos que não existe destaque algum quando elas estão combinadas em um mesmo look.

Cores Análogas Simples
É quando usamos três cores vizinhas no Círculo Cromático.

Cores Análogas Compostas
Quando usamos quatro cores vizinhas no Círculo Cromático.

Cores Análogas com uma Complementar
Acontece quando usamos as cores análogas combinadas à cor complementar da cor do meio.

Espero que estes artigos estejam sendo de grande utilidade para os meus leitores e, caso tenham dúvidas, podem questionar. Estou a disposição.

Quarta-feira que vem tem mais.

Anúncios