O que vestir quando se está esperando?

O título é sugestivo e bem, eu queria mesmo que fosse. Este artigo está sendo publicado aqui especialmente para a minha amiga Jenny. Ela está grávida e nesta fase da vida, geralmente vem a pergunta: “O que eu devo vestir? Não quero parecer um “saco de batatas”. Quero manter o meu senso de estilo, mesmo estando grávida”. Concordo plenamente! A gravidez deve ser repleta de momentos maravilhosos e, para que esses momentos aconteçam é importante estar com a autoestima elevada, não é mesmo?  Pensando nisso, vou dar dicas aqui do que deve fazer parte do seu guarda-roupa, quando você estiver esperando pelo seu baby.

Um sutiã poderoso

Para começar, sabemos que seus seios estão aumentando e isso, em muitos casos é motivo para muita comemoração (inclusive por parte dos futuros papais, não é verdade?). Para que tudo fique nos seus devidos lugares, se é que você me entende, é melhor você sair em busca de um sutiã que sustente seus seios e que não marque por debaixo da blusa (aliás, este conselho vale para as mulheres que não estão grávidas também) e muito menos fique desconfortável na hora de usar.

Viva o poder do decote!

Chegou a hora de você explorar os novos e belíssimos contornos que o seu corpo está ganhando, a cada mês. Então, agora que você está com o colo mais lindo do que nunca, aproveite para adquirir blusas, vestidos, camisas e etc. com decote, principalmente se ele for em “V”. Não precisa ser um decote enorme e chamativo, claro, mas pode ser aquele decote que vá valorizar esta parte do seu corpo. Nada de exageros. Se você é do tipo que gosta de mostrar a barriga, aproveite também para adquirir tops, mas evite usá-los no ambiente de trabalho ou em locais que exijam vestimentas mais formais.

Minha amiga malha

O grande barato de usar roupas de malha, principalmente se forem de malha de algodão, é que você vai estar sempre confortável e ainda por cima vai, possivelmente, continuar fazendo uso das peças após o período de gestação.

Nos pés

Se você não tiver outra opção a não ser usar sapatos, esqueça os de salto alto. Prefira um sapato com saltinho de no máximo quatro centímetros. Assim você garante uma boa circulação sangüíena. O outro extremo, por incrível que possa parecer, também não é nada muito confortável, principalmente se você tiver que passar muito tempo com eles nos pés. Sim, evite rasteirinhas, também. Prefira sandálias (sem muitas tiras) e que tenham saltinho de quatro centímetros no máximo. Você vai agradecer ter seguido este conselho quando seus pés começarem a inchar…

Fuja das estampas

Prefira peças lisas e com cores mais fechadas, escuras. O uso de estampas pode acarretar em um visual nada interessante, principalmente quando a sua barriga estiver maior. Estampas tendem a funcionar como uma “lente de aumento” e, você certamente não deseja aparentar estar muito “maior” do que está de fato.

Calças especiais

Durante a gravidez tudo é especial, inclusive a roupa que você irá vestir, tanto no dia-a-dia, quanto em festividades, eventos, em seu local de trabalho e etc. É importante que você escolha calças que tenham a cintura baixa e/ou que tenham sido especialmente desenvolvidas para se adequar ao corpo, em constante transformação, das futuras mamães, assim como você.

Coringas e mais coringas: Os acessórios!

Sim, os acessórios serão uma parte importansíssima durante o seu período de gravidez. Por mais que o seu guarda-roupas seja limitado e básico durante os 9 meses, o uso de acessórios será essencial para dar uma cara nova à sua produção, por mais que você repita a mesma roupa por muitas vezes. Importante salientar que, caso as roupas sejam de cores sóbrias, os acessórios podem e devem ser multicoloridos. É neste momento que você vai imprimir ainda mais personalidade ao seu look.

Sugestão de peças

Talvez agora você queira mesmo é saber que peças eu indicaria, em geral, para quem está grávida. Então, para satisfazer o seu desejo (sim, pois grávida tem sempre um desejo na ponta da língua) aqui vai a minha listinha:

Vestidos: os modelos mais larguinhos de trapézio, império, caftã e vestido-camisa são alguns dos exemplos, mas você pode acabar experimentando algum outro tipo e se sentir confortável com ele. Lembre-se: Isto não é um conjunto de regras, mas sim algumas sugestões.

Parte superior do corpo:  Batas folgadas, blusas cachecoeur, blusa com decote em ‘V”, cardigã (para ser usado aberto).

Parte inferior do corpo: Calça jeans, calça de moleton, calça preta. Todas de cintura baixa.

Caso você goste do estilo, invista em um macacão larguinho.

Quanto às cores, é clichê, mas as mais democráticas são preto, branco e cinza. É fato que estas não te deixarão na mão, jamais.

Espero que tenham gostado do artigo. Fiquem à vontade para comentar e até mesmo para pedirem mais dicas.

Anúncios