Quando atrizes “encarnam” ícones do estilo

Durante muitos anos, diversas atrizes encarnaram, de maneira positiva ou negativa, muitos dos ícones do estilo mundial. O jornal britânico The Telegraph online postou hoje uma galeria repleta de fotos e informações sobre a transformação de muitas estrelas em outras de, na maioria das vezes, mesma grandeza. Dá só uma olhada!

Lindsay Lohan dando uma de Elizabeth Taylor.

Lindsay Lohan está filmando atualmente um filme feito especialmente para a TV, intitulado “Liz e Dick” . O filmes detalha o tumultuoso relacionamento entre Elizabeth Taylor e Richard Burton. O negócio é saber se ela vai dar conta do papel. o que vocês acham?

Audrey Tautou dando vida à Coco Chanel.

A atriz francesa Audrey Tautou encarnou Gabrielle “Coco” Chanel em 2009. O filme conta a história deste ícone do estilo, desde muito antes de ela estabelecer o seu império fashion na França e no mundo, incluindo sua infância pobre (prova de que elegância não vem de berço!), sua tentativa frustrada de ser uma cantora famosa e seu trágico romance com Boy Capel.

Super elogiada e indicada ao Oscar pelo papel, Michelle Williams parece ter conseguido conquistar o mundo, assim como o fez Marilyn Monroe.

Infelizmente Michelle Williams não conseguiu levar para casa o Oscar de melhor atriz pelo seu desempenho como Marilyn Monroe no cinema, porém ela conquistou o público e grande parte da crítica. Vai me dizer que não?

Charlize Theron como Britt Ekland

Charlize Theron encarnou a atriz sueca Britt Ekland em 2004, que casou-se com o comediante Peter Sellers em 1964 e veio a se divorciar dele em 1968. Curiosamente, a princípio, Ekland ficou triste por saber que Theron seria ela nas telonas, por achar a atriz alta demais e velha demais para a empreitada, porém mudou de idéia ao assistir o produto final.

Sienna Miller caracterizada como Edie Sedwick.

Em 2006, a atriz Sienna Miller encarnou a trágica vida da musa de Andy Warhol. Miller contou que mergulhou de cabeça na composição do personagem, o que parece ser bem verdade, já que compareceu à premiere do filme trajando um dos estilos mais marcantes de Sedwick: “Calçolão (Hoje em dia tem como usar hot pants, girls!) por cima de um par de meia-calças.”

Katie Holmes em ação como Jackie Kennedy.

A talentosa esposa de Tom Cruise e mãe de uma das crianças mais fofas do mundo, a Suri Cruise, Katie Holmes encarnou Jackie Kennedy para uma mini-série de TV que relatava o assissinato do presidente norte-americano JFK. A série nunca foi mostrada nos Estados Unidos, mas Canada e Reino Unido puderam desfrutar da atuação de Katie, como este ícone de estilo. Alguns dos looks usados por Holmes durante as gravações da série foram desenhados por Giorgio Armani.

Jennifer Love Hewitt como Audrey Hepburn, a eterna Bonequinha de Luxo.

Muitos torceram o nariz e outros tantos nem conseguem e jamais conseguirão relacionar Hewitt à Hepburn, de maneira alguma, mas a verdade é que ela encarnou Audrey, no início dos anos 2000, para uma série de TV exibida pelo canal ABC.

Andrea Riseborough encarando o desafio de ser Wallis Simpson.

O filme pode até não ter sido um arraso de bom, mas a atuação de Andrea certamente sim. A história gira em torno da divorciada americana Wallis Simpson e seu romance com o Rei Edward VIII, que subsequentemente abdicou de seu trono. E sim, Wallis também foi um ícone do estilo em sua época. Vale a pena uma pesquisa mais profunda sobre sua vida, viu?

A competente e belíssima Cate Blanchett “vivendo” Katherine Hepburn.

Incontestável a brilhante atuação de Cate como Katherine Hepburn no filme de Martin Scorcese, O Aviador, que lhe rendeu além de criticas maravilhosas, um Oscar, em 2004. Blanchett conseguiu vestir muito bem, literalmente, o estilo andrógino chique de Katherine, coisa que apenas um outro ícone de estilo poderia de fato fazer.

Helen Mirren na missão de ser A Rainha da Inglaterra.

A dama Helen Mirren ganhou um Oscar pela sua atuação como a Rainha da Inglaterra no filme de 2006 história estava centrada na morte da Princesa Diana e como isto afetou a família Real na época. A triz contou que a transformação dela para viver a Rainha Elizabeth não foi um processo árduo, como muitos podem ter pensado e, de acordo com relato da própria, isto se deve à semelhança entre as duas. Vocês concordam?

Madonna encarnando Eva Peron.

A Rainha do Pop esteve na pele da primeira-dama argentina, Eva Peron, no ano de 1996, na adaptação do musical de Tim Rice e Andrew Lloyd “Evita”. Madonna usou 370 figurinos diferentes durante as filmagens, o que deu a ela uma posição no Guinness Book, o livro dos records como o personagem que mais trocou de roupas durante um filme. Além disto, a cantora foi elogiada pela sua atuação no longa e até mesmo ganhou um Globo de Ouro.

Karen Gillan como Jean Shrimpton

A atriz do seriado “Doctor Who”, Karen Gillan viveu Jean Shrimpton, modelo dos anos 1960, no drama “We’ll Take Manhattan”, exibido pela BBC no início de 2012. O drama detalhava o relacionamento da modelo com o fotógrafo David Bailey e a viagem de ambos para fotografar um editorial para a revista Vogue, em Nova Iorque. O bacana é que a própria Jean disse ter curtido bastante a série da BBC.

A brilhante Meryl Streep no papel da poderosa Margareth Thatcher.

A atuação de Meryl Streep como Margaret Thatcher no filme A Dama de Ferro deu a ela mais um Oscar no início de 2012 e dispensa muitos comentários. Porém, todo mundo comentou, além a brilhante atuação de Streep, a sua semelhança com Thatcher.

Gwen Stefani como Jean Harlow.

Ela pode até não ser uma atriz de fato e nem o é, mas a breve aparição de Gwen Stefani como Jean Harlow em ‘O Aviador’ certamente não passou desapercebida. Os cabelos platinados de Stefani caíram como uma luva na hora de encarnar a loiruda original, significando que tudo o que ela realmente precisava para causar impacto era do figurino que usou no filme, não acham?

Fonte: The Telegraph.

Advertisements