Kristen Stewart é capa da Vogue UK

A edição de outubro da revista Vogue UK trará em sua capa a atriz Kristen Stewart. Esta é a primeira capa da atriz pela publicação, na Grã-Bretanha. Nesta edição ela conta a Christa d’Souza sobre seu relacionamento, sua fama e sua imagem. Confira agora alguns trechos desse bate-papo, divulgado no próprio site da Vogue UK e traduzido por mim aqui para o blog.

“Eu sei que se você não pensou sobre como você quer apresentar uma idéia muito bem estruturada sobre si mesmo, pode acabar parecendo que lhe falta ambição. Mas, cara, sinceramente? Não dá” – Disse Kristen. “As pessoas esperam que seja fácil porque lá está você, fazendo aquilo que você quer e ganhando muito dinheiro com isso, mas, sabe, eu não sou tão descolada. Eu posso me tornar um desastre quando estou junto de certas pessoas. Tipo, se eu tivesse que me sentar e pensar ‘Certo, eu sou muito famosa, como devo me comportar em público?’ Eu não faço a menor idéia de quem seria essa pessoa. Seria muito mais fácil se eu soubesse, mas eu não sei.”

Muito embora a vida pessoal da atriz tenha caído nas graças da mídia, na forma de uma tempestade, no mês passado, a sua carreira está cada vez mais em ascensão. Atualmente ela faz parte do elenco de “On The Road”, versão cinematográfica do romance de Jack Kerouac. No longa, Kristen interpreta a adolescente MaryLou, de apenas 16 anos, um personagem baseado na jovem esposa de Neal Cassady. A natureza liberal e não-conformista da Geração Beat é algo ao qual a atriz de 22 anos faz referência.

“Sempre existirá aquela gama de pessoas que desejarão as coisas de maneira diferente daquelas da versão padronizada”, disse ela. “Não é necessariamente rebeldia, é apenas quem eles são. Aquele mundo, daquela época, parece apenas mais livre para mim do que qualquer coisa que eu poderia um dia tocar e, quanto à isso eu sou muito nostálgica, mesmo sabendo que eu não era nem nascida naquela época. É o aspecto de lealdade nisso tudo. Eu amo estar no meio de pessoas que tem os mesmos valores que eu. Pessoas que trabalham não pela fama, mas que gostem do processo de fazer filmes e prosperar.”

Fonte: VOGUE UK

Anúncios