MUNA

Um certo trio de mulheres norte-americanas não sai da minha cabeça e muito menos das minhas playlists. Constantemente no repeat, as canções da banda MUNA são o meu mais novo vício. Caso ainda não conheça essas empoderadas, vem comigo que eu te apresento um pouquinho sobre elas. Mas, na boa? O som dessas mulheres vale muito mais do que mil palavras!

MUNA names 1

Responsáveis por músicas como “So Special”, “Loudspeaker” e “I Know a Place”, Josette Maskin (lead guitar), Katie Gavin (vocalista e produtora) e Naomi McPherson (rhythm guitar/sintetizadores/produção) arrasam na música e também no estilo pessoal, misturando Moda, Música e Empoderamento Feminino de maneira magistral.

O álbum de estreia do trio, que se autointitula como sendo uma banda de dark pop, o About U, conta com 12 canções e uma pegada que mistura alguns estilos musicais, tais como o electropop, o indie pop, o new wave e o R&B.

Now I know I’m not so special (Agora eu sei que eu não sou tão especial)
Cause I’m all dressed up (Só porque eu estou toda arrumada)
And you think that I’m beautiful (E que você pensa que eu sou linda)
But it’s not enough” (Mas que isso não é o suficiente)
– Trecho de ‘So Special’

MUNA names 2

Naomi, Josette e Katie identificam a si mesmas como queer e, através da sua notoriedade musical, decidiram abraçar a oportunidade de inspirar outros jovens a se sentirem igualmente confortáveis com as suas identidades de gênero e sexualidade. Tanto que uma das coisas mais perceptíveis nas letras da MUNA é a ausência dos pronomes de gênero.

They will try to make you unhappy (Eles tentarão te fazer se sentir infeliz)
Don’t let them (Não deixe que façam isso)
They will try to tell you you’re not free (Eles tentarão te dizer que você não é livre)
Don’t listen” (Não os escute)
– Trecho de ‘I Know a Place’

MUNA 3

A carreira dessas mulheres poderosas e inspiradoras começou em Los Angeles, no ano de 2013, em uma festa. O trio, que estudava na mesma universidade no sul da Califórnia, descobriu a sua química musical em uma festa e, desde então, não parou mais de trabalhar junto.

Katie, Naomi e Josette traduzem bem demais a liberdade de ser quem quer que você decida ser, seja no seu estilo, ou no seu modo de viver e de ver o mundo ao seu redor.

Caso tenha a curiosidade de ouvir o som viciante da MUNA, o álbum inteirinho e mais algumas músicas, estão disponíveis no Spotify.

You can try to make me stop, call it delusion (Você pode tentar me fazer parar, chame isso de um engano)
But every time I don’t shut up, it’s revolution” (Mas todas as vezes em que eu não me calo, é uma revolução)
– Trecho de ‘Loudspeaker’

Aqui estão as principais redes sociais da banda e o site oficial:
Site Oficial – MUNA
MUNA no Twitter
MUNA no YouTube
MUNA no Instagram
MUNA no Facebook

Pra terminar, uma mensagem importante:

lindas!
& Fora Temer!

Beijos e até a próxima!

Nika Castello

Advertisements