A opinião de Nika – Beachwear – Fashion Rio Verão 2013

Antes de mais nada gostaria de pedir desculpas pela minha ausência. Fiquei exatos 10 dias sem publicar conteúdo por aqui devido a problemas de ordem pessoal. Nada grave, em todo o caso. Tudo já está resolvido e sob controle. Então vamos às pendências. Na verdade é apenas uma. Fiquei de fazer um review com a minha opinião e dicas sobre a moda praia que foi desfilada na edição primavera/verão 2013 do Fashion Rio, que aconteceu entre os dias 22 e 26 de maio. Sem mais delongas, vamos à ele.

Moda praia é algo que, quase nunca me surpreende. Sim! Confesso que essa coisa de palmeiras, coqueiros, dunas e etc. estampando coleções e mais coleções, entra ano e sai ano é algo cansativo, nada criativo e muito menos interessante. Este ano não foi lá muito diferente, mas teve lá alguma exceção.

Blue Man

Particularmente não vi muita novidade no desfile da Blue Man, mas acredito que já era de se esperar algo do gênero de uma coleção que levou para a passarela um revival contando 40 anos de história da marca. Para não ser injusta, as estampas não foram totalmente obvias, principalmente por conta do trabalho interessante em neoprene. O material ganhou uma película furta-cor ganhando assim mais textura. Em se tratando do corte de biquínis e maiôs não havia nada de muito novo (mas convenhamos, quase nunca há novidades quando o assunto é o corte de biquínis e maiôs). Em todo o caso, a Blue Man levou uma proposta de verão bastante democrática, que agradará praticamente todos os tipos de consumidores.

Salinas

Levou para a passarela tudo o que se espera de uma coleção de beachwear. Muita cor, frutas, flores, folhagens e etc. A “novidade” ficou por conta das estampas étnicas, que estavam belíssimas, tenho que confessar. E por falar em estamparia, elas dominaram a coleção quase que por completo. O bacana é que a grande maioria das peças são do tipo ready-to-wear. Os maiôs e biquinis não tem a calcinha muito cavada e nem mesmo as partes superiores são muito “reveladoras”. Tudo é muito comportado, mas longe de ser considerado careta, viu? Equilíbrio define bem a coleção da Salinas para o verão 2013.

Cia. Marítima

A marca levou para a passarela, além de uma coleção muito bonita, uma pequena lição de como inserir outros materiais em uma coleção de moda praia. Como? Que tal o trabalho com canutilhos de madeira, que estavam presentes em algumas das peças? É no mínimo interessante, não acha? Eu adorei!  A Cia. Marítima levou para o seu desfile uma proposta de verão que chama a atenção de toda mulher que adora o estilo sexy e não dispensa ele nem mesmo na hora de ir à praia. Por isso mesmo, esta mulher pode usar e abusar dos maiôs e biquínis com recortes em locais estratégicos, revelando uma silhueta bem trabalhada. Ah! Ainda tem o toque glam de algumas peças que carregam paetês e brilhos na medida certa.

Lenny

Mais uma coleção sexy, elegante e com alguma novidade, por assim dizer. Os shapes de biquinis e maiôs são de fato interessantes, mas a beleza principal da coleção ficou por conta de algo que possivelmente não irá funcionar muito bem debaixo de sol. Trata-se do telado de lycra (belíssimo!), que esteve presente em muitas das peças ao longo do desfile e que foi inspirado nas tramas das redes. Uma coleção de moda praia que privilegia diversos tipos físicos, pode apostar!

Poko Pano

Para quem gosta e muito de uma novidade, a coleção da Poko Pano não deve ter chamado lá muita atenção. A inspiração veio da cidade de Salvador na Bahia, mas ela parece não ter sido bem explorada pela marca, na hora de criar a coleção primavera/verão 2012-2013. Os shapes de maiôs e biquínis vieram diversificados, mas nada que seja novidade absoluta. Enfim, a Poko Pano levou para o seu desfile peças que agradarão quem realmente não quer mudar muito, na hora de escolher seu maiô ou seu biquíni para o próximo verão.  Não me entendam mal, a coleção está bonita, só peca mesmo pela falta de novidade.

Tryia

Nada de obviedade. Enfim, uma coleção de moda praia que trouxe diversos elementos interessantes e até mesmo novidades para a passarela, principalmente no que diz respeito à estamparia. Saem coqueiros, folhagens, paisagens de dunas, mares e etc e entram formas abstratas belíssimas e exclusivas. Os shapes dos biquínis e maiôs também saíram do óbvio e trouxeram novidades que agradam e muito a quase todos os tipos físicos. Em relação às  formas os tops têm recortes e decotes estratégicos e as calcinhas vão do micro ao asa-delta. Uma coleção que é pura energia!

Anúncios